O primeiro mergulho.

A sensação é ótima, eu sempre gostei dessa coisa de montar equipamentos, testar isso, testar aquilo. Aquele frio na barriga sabendo que assim que o barco atracar vamos estar em contato com um mundo completamente novo. Apesar de não ser minha primeira experiência no mar, já que desde os dez anos de idade pratico snorkling, esporte que aprendi com meu pai que é mergulhador pela PADI. Mas é o meu primeiro contato com scuba dive.
E foi pensando em tudo isso e junto com a minha esposa que chegamos ao local de mergulho em Ilha Bela.
Como é o curso básico, tinhamos apenas que cumprir algumas séries de exercicíos no sábado e domingo.

Mas por mais simples que seja, é de extrema importância, porque como fazemos parte do plano de carreira, em nossas mentes, não era somente mergulhar e blz, tinhamos que exigir de nós mesmos o melhor, tentar o máximo possível colocar em prática o que aprendemos na teoria, na piscina e o que estavamos treinando ali no mar. Até porque um dos nossos objetivos é estar em fernando de noronha, trabalhando no final do ano, por isso mesmo tinhamos que ter uma exigência tremenda com nós mesmos, para não errar e se errarmos, corrigirmos e revizar o erro.

Ainda bem que tudo correu bem nos dois dias, exercicíos de subida de emergencia controlada, deslocamento de mergulhador cansado, simulação de falta de oxigênio, tudo correu bem.
Mas o que eu realmente me dediquei mais e creio ter saido de la com uma base muito boa foi a flutuabilidade.
Função essa que é o divisor de águas do mergulho e para nós uma questão de honra praticamente (hahahahaha) mas batalhei bastante para controlar e flutuabilidade e o no mergulho de domingo eu e mais alguns companheiros estavamos fazendo turismo com com um dos divemasters e eu já conseguia descer para perto do solo e subir quando eu queria e somente com os controles dos pulmões, é uma experiência única, é como voar. Naquele dia também fiquei feliz pelo fato de uma vez que eu controle a flutuabilidade, faço menos esforço desnecessário e com isso tenho mais oxigênio para o mergulho.

Por fim, apliquei tudo o que aprendi nos cursos no mar e acabei me saindo bm, me senti um pouco gente grande por mergulhar nivelado com os divemasters.

Algumas Dicas.

-Cuidado com mochilas e eletronicos, tudo molhas no barco.

-Eles oferecem frutas, refri e água.

-chegue na hora ou vai ser vaiado.

-Se for para Ilhabela e nunca tiver ido, cheque o horário da balsa, ela demora muito.

-Existe um lugar chamado Camping Palmar em Ilha bela, para acampar custa 20 reais por pessoa a diaria, se vc fizer como nós e for no sabado, vai pagar so 40 reais, pq depois do mergulho de domingo voltamos direto pra casa, naum pagamos mais uma diaria. Eles tbm tem chales, custa 80 reais a diaria para o casal. É bem localizado, na avenida da Narwhal, por sinal, a unica avenida em ilha. em breve vou postar o site aqui.

-Se vc nunca colokou a roupa de mergulho, experimente fazer com uma sacolinha de supermercado envolvendo suas maos ou pes, um de cada vez, vc vai vr como eh bem mais facil.

-Ajude os instrutores, conheça a galera, sao todos muito legais e recebem todo mundo de braços abertos, muito papo e experiencia trocada.

-no barco existe um chuveiro com água quente, aproveite, mas naum abuse.

-Pratique muito não tocar em nada, com as maos ou nadadeiras, lembre-se que em varios pontos de mergulho no mundo, vc tem que ter uma flutuabilidade boa pq nao pode tocar em absolutamente em nada…o outro motivo, é que nao parece ser muito bacana tocar em algo no mar, deixe tudo aonde esta, nao incomode os animais, apenas curta o visual, a natureza o silencio e os bixos e cuidado aonde vc vai pisar, para nao quebrar nada.

-De resto, é só cair na agua e curtir o passeio

Fizemos tbm todo controle de gastos no final de semana, vou passar a limpo e postar aqui em breve.

Na seção de divelog vou estar colocando os dados tecnicos dos 4 mergulhos em ilha bela.
Este final de semana (1 e 2 de março) estarei de novo em ilha bela para realizar o mergulho avançado. Busca e recuperação, noturno, profundo entre outros…vai ser mais um grande fim de semana.

Abaixo, algumas fotos:

Ilhabela_1Ilhabela_2Ilhabela_3

Valeu galera, forte abraço e até mais.

Anúncios

O primeiro trampo…

Acabou de começar o curso, aquela euforia toda para começar a trabalhar logo, viver essa vida de mergulhador, conhecendo pessoas, lugares, mergulhando pelo mundo afora, sem nada que te segure.

Como futuro instrutor é mais do que meu dever não desanimar vc, e por isso não vou fazer isso, não porque eu queria te enrolar, até porque a idéia aqui naum é mentir, e ser o mais verdadeiro possível. Mas vou dizer para vc se acalmar e manter o foco nos seus estudos e na sua formação, para depois sim vc se preocupar em escolher aonde vc vai trabalhar e morar…Não estou falando para vc nao sonhar, pelo contrario, sonhe e sonhe muito alto…É isso que vai manter vc na linha do sucesso, sonhe com seus objetivos e tenha sempre em mente como vc vai conseguir realiza-los, pense nos caminhos, nos obstaculo, como vai vencer cada pedra e pense naquele gosto especial que sentimos quando conseguimos algo…mas nunca deixe que isso tire sua concentração dos estudos. Vou contar para vcs uma experiencia pessoal…

A umas duas semanas eu estava procurando na internet lugares para trabalhar em Cairns na Austrália. Achei lugares fantásticos e comecei a selecionar cada resort, cada centro de mergulho para enviar emails…enviei emails a todos eles falando que já estava para me formar como instrutor e que gostaria de saber como faria para trabalhar e tudo mais…Passou alguns dias, ninguém me respondeu…mais dias e nada…e depois de algum tempo, alguém me respondeu afirmando que não havia vagas. Fiquei meio assim com as coisas meio desacreditado…

Mas comecei a observar no decorrer dos dias as seguintes coisas:

Primeiro:
Um instrutor reconhece de longe se vc eh ou naum um instrutor…Essas pessoas são experientes, usam terminologias que são próprias da área em que trabalham, tem os seus trejeitos de falar e se expressar, fica dificil enganar alguém, mesmo que seja por email.

Segundo:
Para ser instrutor vc tem que ter um número registrado pela PADI.

Terceiro e creio que o mais importante:
Vc tem mergulhos logados, horas de trabalho (como divemaster), uma experiência que vc deve descrever rapidamente para o local aonde esta se candidatando, nunca mentir, pq isso queima seu filme e numa área como o mergulho, queimar o filme em um lugar pode ser fatal para a carreira.

Quarto:
Nunca tente enganar ninguém, ou vc vai cair no primeiro item que eu escrevi.

Quinto:
Tudo isso junto só vai resultar em uma coisa, ninguém vai te responder, vc vai achar que não existe mercado e vai desmotivar vc. Vc vai acabar perdendo horas de estudo e perdendo a vontade de estudar por estar desanimado e perder tempo é muito ruim, pois lembre-se: Um dia sem fazer o que é necessário significa mais um dia longe do seu objetivo.

Portanto, esqueça essa afobação, se acalme e concentre-se no seu estudo, nos mergulhos e no que vc vai aprender a todo momento.

No meu caso, eu curso o plano de carreira na Narwhal, tenho garantido estágios na escola como divemaster e dependendo do meu resultado posso ficar um mês em treinamento em Fernando de Noronha e dependendo do seu rendimento, vc pode ficar mais tempo por la e ganhando uma grana (o meu objetivo).

Mas mesmo sabendo de tudo isso, decidi me aventurar a saber mais e mais sobre trabalhar com mergulho, a acabei perdendo um pouco de tempo em selecionar lugar, mandar emails e etc…
Deixe isso para depois, concentre-se em se preparar e ótimo, o emprego é o resultado do seu preparo.
Seu objetivo deve ser sempre se preparar da melhor forma (como falei no tópico sobre a busca da excelência) o bom emprego num lugar paradisiaco vai ser o resultado desse seu esforço, no meu caso, Fernando de Noronha, corra atrás do seu…

Não se esqueça, aprenda idiomas, seja fluente ao menos em espanhol e inglês ou na lingua do lugar aonde vc vai querer trabalhar…isso é o minimo, sem isso pode esquecer mesmo que vc seja o mergulhador mais centrado que possa existir…