Curso de Naufrágio

Cursos realizados até o momento:

Básico
Avançado
Emergency First Response
Rescue Diver
Equipamentos
Naufrágio

Instrutor: Orlando Franceschini
Assistência na piscina: Carlão (O Carlão da Narwhal)

Lembra quando éramos crianças e nossos pais viviam dizendo para não fazermos isso ou aquilo e nós como boas crianças iamos lá e faziamos com a maior cara de pau? Pois é, nestas situações o máximo que acontecia era uma choque por ter enfiado o dedo na tomada e umas boas chineladas como consequência da malcriação.

Pois é o problema é que crescemos e hoje em dia decidimos fazer coisas que como tudo na vida tem regra e quando não respeitamos essas regras acontece os acidentes. Diferentemente de quando éramos crianças o problema pode ser maior e em muitos casos o resultado foi de chineladas eternas no paraíso.

O curso de naufrágio era um dos mais esperados por mim no plano de carreira na Narwhal, desde criança sempre fui maluco por história e também adorava pegar os equipamentos de mergulho do meu pai para brincar na piscina do clube e fingir que estava em um interessante naufrágio criado pela minha imaginação. Eu cresci e comecei a curtir mais ainda as histórias da segunda guerra mundial, hoje coleciono dezenas de fotos, documentos, sons e claro livros da segunda guerra. E por conta deste interesse claro que eu seria mais um candidato a Mergulhador de Neufrágio da PADI.

Tudo começa na sexta a feira a noite, este é o primeiro curso que exige um pouco mais de tempo, começa na sexta feira, 7.40 da noite e terminou por volta das 22.30, continuando no sábado e no domingo. Sendo este último escolhido como o dia das atividades na piscina.

No começo é como todos os outros, apostila jóia com fotos e videos em aula.
Exercicíos e mais exercicíos com provas.
O curso da uma base muito boa, fala inclusive de leis em um naufrágio, o que você pode ou não pegar e quando você pode ou não pegar algo, entrar num naufrágio ou até mesmo mergulhar em um.
Mostra videos sensacionais com muita informação.
Uma delas é que a capital dos naufrágio no Brasil é recife, lugarzinho com muitos naufrágios históricos, inclusive da segunda grande guerra, muitos naufrágios atificiais, prato cheio para mergulhadores que estão sempre querendo curtir um passeio interessante.

Este curso também foi o primeiro a modificar o padrão de batidas de pernas, aqui você aprende o tipo de remada que você deve fazer durante um mergulho em naufrágio. Tudo dentro deste mergulho é feito com muita calma e tranquilidade e as remadas servem para te dar um pequeno impulso ao mesmo tempo em que não levanta nenhum tipo de sedimentos no chão do naufrágio. Este tipo de cuidado também ajuda a não esbarrar nas coisas, muitos naufrágios ou a maioria deles é extremamente sensível, qualquer esbarrão pode quebrar algo ou até mesmo fazer como que venha abaixo o lugar aonde você esta mergulhando.

Existem outras tecnicas que aprendemos para averiguar se um lugar oferece ou não risco de desabamento, nada 100% garantido, mas é de grande ajuda e pode resolver muitos problemas.

Outra coisa legal é a quantidade de informações sobre locais de mergulho e história interessantes que você consegue com seus intrutor. É tanta coisa e experiência que deixa você com mais vontade de fazer este tipo de mergulho ou com mais receio, depende do seu ponto de vista. Porém felizmente a maioria das histórias foram engraçadas.

Além das história e o conteúdo cultura que você acaba adquirindo no curso é interessante também a parte da piscina que é colocar em prática todo treino que aprendemos em sala de aula na teoria. Lembrando que como eu falei assistimos alguns filmes de mergulhos em naufrágios justamente para aprendermos combinações de movimentos e ações que serão usados no mergulho.

A piscina é composta por uma série de exercicíos. Não vou detalhar estes exercicíos simplesmente porque eles ocorrem com uma certa surpresa, então é melhor que eu não estrague a sua.
Porém, é interessante aprender mais técnicas de flutuabilidade e controle de respiração.
Também colocamos em prática a nova batida de perna utilizada para dar movimentos menos bruscos e não levantar sedimentos dentro do naufrágio.
Outra coisa bem bacana é a total retirada do equipamento do corpo para simular uma entrada em escotilha, muito legal de fazer e aprender e isso derrepente pode até ajudar você a se vestir mais rápido (dentro da água) no curso de rescue diver.
Ainda aprendemos a manejar a carretilha, situações de falta de oxigênio dentro do naufrágio e pouca ou nenhuma visibilidade no mergulho, é simplesmente sensacional muito bacana mesmo e pode ter certeza que você vai aprender muito.

Uma das coisas mais legais até agora é que dei sorte de não ter caído no velho truque de ficar afobado e comprar equipamentos como roupa e colete logo no curso de avançado.
Isso porque ao longo do curso você vai aprender diversas coisas sobre equipamentos que vai ajudar na sua escolha.
No meu caso, neste final de semana aprendi que no mergulho é necessário dividir os pesos dos lastros entre sua cintura e o colete, isso porque é muito dificil lhe dar com as coisas quando você retira seu colete debaixo da água para entrar no naufrágio, se você estiver com todo lastro no corpo, você tende a descer e o seu colete a subir. Mas se estiver com todo lastro integrado no colete, você tende a subir e o colete a descer e isso pode colocar você em mals ventos.

Quanto a roupa para este curso vale tudo que escrevi no posto passado sobre Roupas de Mergulho que esta logo abaixo este post.

De resto você vai aprender muita coisa mesmo e vai começar a sentir-se mais confiante.

Conclusão:
Lembra de que forma comecei este texto, falando de castigos e problemas?
Pois é, a conclusão depois deste curso é que se arriscar em qualquer naufrágio sem treinamento é complicado, uma série de coisas exigem técnicas que você só aprende no curso e mergulhando.
Problemas não tem como ser evitados podem ser amenizados, mas um dia ou uma hora você vai se enroscar ou vai estar em uma situação que vai ser necessário toda calma que só o treinamento pode lhe dar, por tanto, não se arrisque a toa, faça o curso que vale muito a pena e divirta-se.

Nosso instrutor deixou uma lista de livros para lermos, segue abaixo:

-Sob o Mar
Editora Alegro

-O mundo Silencioso
Jacques Costeau

– Ilha Bela, seus enigmas
Jeannis Michail Platon

– Mergulho na escuridão
Robert Turson

– O último mergulho
Bernie ChowDhury

-Guia de Naufrágios de Angra dos reis

– Principe das Asturias

– O Brasil na Mira de Hitler

Valeu galera, forte abraço e até mais !!!

Anúncios

Brasileiros no Hawaii – Parte 1

Fala galera, blzz ? Começo hoje um série de três reportagens sobre a minha presença no Hawaii junto com a minha esposa. Vamos falar um pouco sobre a cultura local, história, preços e claro muito mergulho.

Hoje começamos por Oahu, a maior ilha do Hawaii aonde fica Honolulu e Pearl Harbor.
Como a maioria de vocês sabem, sou completamente apaixonado por história e história da segunda guerra, tenho livros e livros sobre os combates com fotos, cartas, diários e muitas outras coisas. Com a possíbilidade de visistar o Hawaii, claro que não pude deixar de estar em Pearl Harbor e o que Pearl Harbor tem haver com o mergulho ?
Tudo, horas !  Isso significa importantes e excelentes naufrágios para mergulhar, garantindo uma aventura e tanto para quem tem a possíbilidade de estar nessas ilhas. Portanto é isso, vamos conhecer um pouco mais sobre o Hawaii.

A primeira impressão que eu tive do Hawaii quando chegamos, foi algo que deve ter sido parecido com a de todos que chegam naquele lugar: “Porra, que paraíso”
É um lugar que de dentro do avião você já sente um clima diferente, tudo ja começa no próprio avião, quando os pilotos comprimentam todos numa sincronia ao som de ALOOOOOHAAA !!

É um povo de extrema simpatia, todo muito parecidos, lembram índios, afinal, são aborigenes, são pessoas que tem suas origens naquela terra.
Mas porém, da uma certa pena de ver aquele povo colonizado pelos Estado Unidos. É complicado você ver uma galera que como origem comiam tudo do melhor que a natureza produz e depois da chegada dos americanos, os péssimos hábitos alimentares também chegaram, assim como as doenças antes desconhecidas. A maioria das pessoas no Hawaii são obesas, talvez pela genética que não é compatível com o tipo de alimentação, afinal, um copo de coca-cola e Mc Donalds não se compara as frutas e carnes que eram fontes de alimento na origem do povo.

Outro fato importante é que as pessoas sempre me perguntavam se Jack Johnson tocava toda hora. Pelo contrário, se ouvi o som do cara, foi porque eu mesmo coloquei no carro que alugamos. Jonhson é mais uma criação do Pop Americano, não estou criticando, até porque eu gosto do estilo de música dele, porém o cara não faz o som Hawaiano de verdade, é apenas um cara que mora num lugar lega e tem uma vida igualmente legal e isso poderia dar ibope.
O verdadeiro som do hawaii é produzido através do Folk, que é uma herança dos povos aborígenes, porém, atualmente o maior nome da música Hawaiana é sem dúvida IZ ou Israel Kamakawiwo’ole.  Esse cara sim, em toda loja que eu entrava escutava a vóz dele e apesar de algumas músicas serem realmente na lingua aborígene Havaiana, aquilo me chamou a atenção pelo tom emotivo e a musicalidade, abaixo tem um video com algumas músicas do IZ, que morreu á alguns anos atras, vitima de uma doença cujo não sei qual é, mas até onde eu sei, essa doença o fazia ficar cada vez mais obeso, até o dia em que o coração do cara não aguentou. IZ tocou com grandes nomes das música mundial, porém é pouco conhecido e no Hawaii ele sim vale apena ouvir.

Apresentação do IZ em Waikiki:


SomeWhere over the Rainbow na vóz de IZ:

Uma vez em Oahu, fiquem próximos a Waikiki. Essa é a praia mais agitada, embora seja bem movimentada, da para curtir um por do sol lindo e assim que o sol se por, começa na praça principal um show ao vivo com um verdadeiro lual Hawaiiano, com um grupo que canta música com sonoridade muito parecida com as do IZ, é realmente uma delícia, principalmente se você esta viajando a dois, como foi o meu caso. A noite as avenidas principais das praias são iliminadas com tochas de fogo de verdade o deixa o ambiente mais gostoso ainda e te da a certeza de estar no Hawaii. Em Waikiki existe muitas lojas e shoppings para compras de lembranças, roupas, supermercados caso você esteja em um hostel com cozinha e deseja preparar o próprio rango para economizar.
Aliás isso é uma dica boa, se você quer economizar no Hawaii, fique num hostel com cozinha e faça sua própria comida.

Com dois dias, você vai se perguntar:
Caramba, o Hawaii não é nada mais que o Brasil?
Ai vai ter chegado a hora de você alugar um carro ou pegar alguns bus e se mandar para a parte norte da ilha. Lá estarão as praias mais lindas, desertas e paradisíacas que você vai ter visto na vida.

Visite também Pearl Harbor. Existe um museu enorme e o memorial do Uss Arizona.
Você não sabe nada sobre Pearl Harbor ???? Ok, assista o video abaixo.

Pearl Harbor


Visite, vale muito apena mesmo e é um dos pontos do Hawaii.
No mais, é curtir a magia daquele lugar e essa não tem como eu descrever ou mostrar em video, apenas estando lá e curtindo tudo aquilo.
Fiquem esperto com grande apresentações e o famoso porco no Chão. É um ritual que eles fazem, além de muita música, muita comida tipica como o porco feito no chão, com o calor do fogo….Vale a pena.

Outra coisa que me chamou a atenção foi que logo na chegada, eu vi com esses olhos que a terra á de comer uma apresentação da USNavy americana com caças F-15 e os Thunderbirds com seus F-16, claro que fiquei extremamente feliz porque sou viciado em viação militar, porém me veio na cabeça uma certa tristreza, pois mais uma vez graças a colonicação americana, aquele povo pacato, simpático e de muita paz de espirito presenciou coisas horríveis como Pearl Harbor. “Trouxeram a guerra para nós” diz o próprio IZ em uma de suas canções.

Para mergulhar ou dicas sobre praias, fale com a galera da Oahu Dive Center, uma dos melhor centros de mergulho em Oahu. Muitos passeios, muitos naufrágios, cavernas, meu quem for mergulhador vai pirar.

Operadora de Mergulho:
http://www.oahudivecenter.com

Mergulho do US. Corsair:

Mergulho no US. YO 257

Abaixo um video feito por minha esposa e eu em Oahu. Um resumo de toda nossa viagem nesta Ilha.

VIDEO PESSOAL PARTE 1

VIDEO PESSOAL PARTE 2

Nem de perto Oahu é a melhor ilha do Hawaii, no próximo post, vamos viajar juntos por Hawaii County, exatamente na cidade de Hilo, andaremos também pelo famoso Parque de Vulcões aonde encontramos o grande e sempre animado vulcão Kilauea, até lá.

 

Bismarck, talvez o naufragio mais histórico (e curioso) do mundo…

“O Bismarck foi o navio de guerra mais temido do mundo, uma superarma nazista destinada a cortar a linha de suprimentos dos britânicos durante a 2.ª Guerra. Suas armas tinham capacidade para disparar granadas a uma distância de 38 quilômetros. Na sua primeira batalha, em 1941, os britânicos reagiram com todas as suas forças e a determinação britânica se reforçou depois que o Bismarck destruiu o Hood, considerado o melhor navio da Grã-Bretanha, matando todos seus 1.415 homens com exceção de 3.

‘Afundem o Bismarck’! tornou-se o grito de guerra dos ingleses. Depois de ser perseguido por uma frota de navios e aviões britânicos e constantemente atacado por granadas e torpedos, o Bismarck foi a pique a 965 quilômetros da costa francesa, em 17 de maio de 1941. Era o oitavo dia de missão do encouraçado. A vitória tornou-se um marco do orgulho britânico.

Mas novas provas indicam que a história pode estar errada. ‘O navio não foi afundado pelos britânicos’, diz Alfred S. McLaren, um especialista naval que estudou o naufrágio em duas expedições. ‘Os próprios tripulantes fizeram rombos deliberadamente na embarcação para que ela afundasse.’

A conclusão ainda é veementemente contestada por pesquisadores britânicos.

Mas cinco expedições que fizeram o reconhecimento do lugar e três equipes independentes de exploradores americanos concluíram que o bom estado do famoso navio é surpreendente. Nas laterais do seu casco, não há nenhum grande estrago visível resultante do fogo inimigo, disseram os exploradores americanos, o que sugere que o Bismarck foi realmente afundado de propósito – como os sobreviventes alemães alegaram esse tempo todo, dizendo que sua tradição naval era afundar deliberadamente navios que corriam perigo de caírem em mãos inimigas.

Afundem o Bismarck – Filme de 1960
O produtor de Titanic, James Cameron faz especial sobre o Bismarck.

Mais sobre o Bismarck
Bismarck, a verdadeira história

Encontrado naufrágio da segunda guerra mundial.

Hoje amanhcemos com a notícia de que encontraram um dos mais famosos navios da segunda guerra mundial, o Australiano HMAS Sydney, para quem gosta de mergulho e história como eu, isso é um prato cheio e talvez um futuro novo ponto de mergulho no mundo…O problema, é que o cruzador esta a 150 metros de profundidade, nada impossível, porém reservado aos mais experientes e técnicos, quem sabe daqui alguns anos eu não post aqui meu mergulho nesse návio que é parta da história mundial.

Abaixo, vou deixar dois links sobre as reportagens e fotos na globo, se eu encontrar mais coisas por ai eu mando pra cá também.

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL86356-5602,00.html

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL387773-5602,00-FOTOS+MOSTRAM+NAVIO+AUSTRALIANO+AFUNDADO+NA+GUERRA.html