Cursos: O2 Provider – Nitrox

Cursos realizados até o momento:
Básico
Avançado
EFR
Rescue
Equipamentos
Naufrágio
O2 Provider
Nitrox

Fala galera, blzz ?

Mais um fim de semana de cursos em sampa.
Então vamos lá falar do que interessa.

Neste fim de semana realizei ao lado da minha esposa os cursos de Provedor O2 (PADI e DAN) e Nitrox. Lembrando que os dois cursos são validos para requerer a carteirinha de MSD, se você esta perdido no que estou falando leia o posto anterior a este, logo abaixo.

Cada curso dura somente um dia e não necessita de check-out, apenas algumas horas de instrução em sala de aula e prova, isso é bom para os que estão afim de pegar a carteirinha porém tentando economizar com chek-outs.

No sábado começamos as 9.30 da manhã o curso de Nitrox da Narwhal Moema.
Para quem não sabe, nitrox trata-se de uma combinação de Oxigênio com Nitrogênio que possibilita mais tempo de fundo entre outras vantagens para o mergulhador.
Nitrox é o começo da vida de mergulhador técnico. Embora você ainda não seja considerado um mergulhador técnico, você estará adentrando este mundo, isso porque quando você fizer o curso técnico o primeiro curso vai ser o de Nitrox avançado.
Neste curso você ganha três novas tabelas e um livro para estudar tudo o que aprendeu.
Tudo é relativamente simples, todo planejamento você aprende bem rápido até porque já esta acostumado com o uso de tabelas.
Você tem mais contas para fazer, mas nada assustador, apenas será questão de tempo e prática. E a partir de agora se torna obrigatório o planejamento do seu mergulho, principalmente usando Nitrox.
Por todos estes motivos, recomendo o curso de nitrox com certeza, até porque, se você for ser instrutor, é quase que obrigatório saber usar nitrox e o conceito de mistura de gases.

Provedor de Oxigênio
Este curso é quase uma extensão do EFR.
Basicamente você vai rever importantes conceitos aprendidos no curso de EFR porém focados no uso de oxigênio em caso de um acidente de mergulho.
Aprende diversas técnicas, averiguar se o barco tem condições de partir para um mergulho, e o material de socorro esta ok, até toda montagem do cilindro de O2 e uso caso necessário.
Você fará testes com bonecos e depois fará mais simulações com seus amigos, diversos cenários para aprender a usar cada uma dos itens do kit da DAN de oxigênio.
Curso extremamente importante pois atualmente na maioria dos lugares do mundo, para trabalhar é necessário ter a carteira de O2 provider.
É um curso rápido, gostoso de fazer e muito interessante, você vai adentrar um pouco mais na fisiologia humana. Minha dica é para que faça o curso de EFR antes assim você vai ter mais noção ainda do que é falado em aula, mas se não puder fazer antes, não tem problema nenhum.
A importância prática deste curso é que no caso de uma emergência em um acidente de mergulho, podemos prover O2 na tentativa de diminuir os sintomas ou até mesmo fazendo a diferença entre o sucesso ou não do tratamento que o acidentado venha a receber. Prover O2 e saber manejar uma situação dessas faz a diferença total no final das contas.

Os dois cursos são aconselhados, você vai ver que faz parte da formação básica de um instrutor de mergulho, portanto, mãos a obra e vamos estudar.

Os cursos foram ministrados pelo Orlando Franceschini
Na Narwhal Moema.
Excelente instrutor e amigo, experiente com muitos anos de água.

Grande abraço a todos.
Até+

Carreira de Mergulho – Dicas

Fala galera, blzz ?

Aqui vai uma dica para quem esta seguindo a carreira no mergulho como eu.
Já falei aqui uma vez que o ideal para quem quer ser mergulhador e viver disso é ir para o exterior, além do salário que de um instrutor na média é de 4.000 a 6.000 dólares as condições são infinitamente melhores que no Brasil. E você ainda tem a oportunidade de continuar estudando, fazer outros cursos e chegar até o grau mais alto do mergulho que é o course director.

Porém, antes de sair do Brasil é legal que você tenha o máximo de experiência ´possível então mãos a obra:

-Quando for Divemaster procure participar do máximo de estágio que puder mesmo que não seja remunerado.

-O técnico Bernardinho falou em seu livro uma vez uma coisa assim: “Aproveite o tempo de banco de reserva para aprender como funcionam as coisas” Portante, aproveite o tempo que vc for somente o “reserva” e estiver atuando como divemaster para aprender metodologias e macetes das aulas

-Procure trabalhar em navios de cruzeiro: Vocês não sabem quanta oferta de emprego existe em navios de cruzeiro, admitindo que você já tem bom nivel de inglês corra atrás dessas empresas e se ofereça para trabalhar. Geralmente dão contratos de 3 – 6 ou mais meses com um salário de 3.000 dólares como divemaster. Se você não sabe por onde começar a procurar essas empresas, acesse o site http://www.sunsea.com.br/  Ela comanda a maioria dos cruzeiros no Brasil. Mas também procure informar-se na sua operadora de mergulho eles geralmente recebem vários emails dessas empresas pedindo por divemaster ou instrutores e ai derrepente indicam você o que deixar tudo mais fácil. Lembre que a vantagem do navio é que além de viajar por vários lugar por um bom tempo e salário, você ainda tem o salário livre porque come, bebe, dorme e faz tudo dentro do barco.

-Depois de certa experiência e talvez uma graninha guardada do trampo no navio. Invista em cursos de especialidade e pegue sua carteirinha de MSD – Master Scuba Diver. Essa carteirinha vai facilitar o seu acesso quando continuar a carreira pela PADI e além disso ter a certificação do nivel mais alto do mergulho antes de se tornar profissional ajuda a subir o seu salário no exterior e além disso ainda você vai ter mais cursos de especialidade no currículo o que possívelmente vai ter tornar instrutor de especialidades depois de alguma tempinho. 

Dicas de cursos de especialidade (e tbm os cursos que eu estou fazendo):

Peak Performance Buoyancy  – Super necessário para qualquer outro mergulho, aqui vc vai aprender a melhorar teu equipamento, respiração, movimentos e tudo mais que envolva a sua flutuabilidade, muito necessário principalmente para que curte naufrágios da vida…É bom que vc tenha esse no currículo.

Provedor de O2
  – Hoje em dia é dificil um lugar que pegue instrutor sem que ele tenha este curso, tudo porque é extremamente necessário para a segurança das pessoas que estão mergulhando com você.

Profundo – Precisa falar? A maioria dos mergulhos mais legais estão abaixo dos 18 metros de profundidade. Mergulho profundo neles

Nitrox – Mistura de gases para aumentar o seu tempo de fundo e diminuir o tempo de intervalo de superficie. Além de outras utilidades.

Equipamentos – Ai o seu aluno fala que o regulador esta vazando e o cara ja vai ficando desesperado, suando frio achando que o ar esta acabando e você, nobre instrutor com curso de equipamentos chega com toda calma do mundo, abre o regulador e simplesmente desdobra a borrachinha que esta deixando escapar o ar. Você no minimo vai ser aclamado pelo aluno além de deixar o cara tranquilo para fazer o mergulho sabendo que esta do lado de uma pessoa experiente e que o ar não vai acabar

Naufrágio – Nem precisa falar também né, nada melhor do que um mergulho na história. Naufrágio neles que a galera pira uhauhahuahua…

É isso ae, com tudo isso pode ter certeza que você vai estar garantindo um currículo e tanto para trabalhar em qualquer lugar do mundo. Não esqueça do inglês e espanhol e vamos mergulhar.
Espero que eu tenha ajudado, qualquer dúvida vc me encontra na página de contatos la no alto deste blog.

Grande abraço e boa sorte.

Enciclopédia do Mergulho

Fala galera blzzinha ?
O blog ta meio parado esta semana, mas não é nada ruim não, eestou apenas coletando informações para os próximos posts que vão estar bem interessantes.

Hoje venho dar uma dica para quem esta seguindo carreira na área como eu, é legal sempre estudar sobre a história e o futuro do mergulho recreativo, lembrem-se que estamos em uma atividade que tem menos de 1 século de vida e que ainda esta se desenvolvendo.
Para isso, é uma boa comprar a THE ENCYCLOPEDIA OF RECREATIONAL DIVING da PADI…
Não é comercial, é leitura obrigatória para quem vai ser instrutor ou divemaster galera além de valer muito apena..

Ela aborda toda história do ddesenvolvimento do mergulho, fala sobre homens e máquinas, além de falar sobre as formações dos oceanos, fisiologia do mergulho, física e muito mais. É realmente um grande livro.
Custa em média R$ 90,00 porém é um excelente investimento e pode ser encontrada em qualquer loja de mergulho.

É isso galera…grande abraço e aproveitem esta dica…estou lendo e curtindo pra caramba todo o material…

Um líder de verdade!!!

Fala galera, blzz ?

Já faz algum tempo que não falo aqui sobre liderança, uma das coisas que acho mais importante dentro de qualquer trabalho, ainda mais no mergulho aonde você realmente lidera pessoas o tempo todo.
Já passei aqui várias dicas de livros e filmes de liders ou lições exemplares, existem pessoas que acham isso uma grande bobagem, talvez sejam essas as mesmas pessoas que proporcionam um emprego parecido com a era da revolução industrial para seus funcionários.

Já lemos por aqui o quanto é importante aprender a ouvir as pessoas e ouvir de verdade, não somente ficar quieto e olhar para a cara da pessoa, é limpar a sua mente de qualquer ruído que possa atrapalhar e prestar atenção no que ela esta dizendo, isso no minimo é respeito e interesse pelo que aquela pessoa esta falando.

Outro ponto importante que já lemos aqui é o fato de ser um líder servidor, aquele cara que conquista a liderança pela autoridade e não poder. A diferença é que pelo poder você impõe coisas que as pessoas não queiram fazer, com autoridade, você conquista a pessoa e convence ela de que aquilo que esta dizendo é o melhor a fazer, só que você convence somente servindo, mostrando o exemplo. Neste ponto me lembro do exemplo do técnico Bernardinho da seleção de volei do Brasil, ele contou em seu livro que certa vez perguntal a um famoso técnico de uma seleção que não me recordo porque ele estava carregando todos os sacos de bola do treino de sua equipe e o cara respondeu: Bernardo, se eu não começar a fazer e dar o exemplo de que isto é um time, unido e todos somos iguais, ninguém vai fazer por mim e eles somente vão obedecer minhas ordens e não meus ideais e idéias.

E para exemplificar é o motivo de eu estar escrevendo, assisti um video no youtube com um ótimo exemplo do que é ser em primeiro lugar pai e em segundo lugar um bom líder servidor, aquele cara que vai ter o poder de falar enquanto as pessoas vão ouvir e refletir.
Somente para contestualizar o video abaixo, o filho desse cara teve diversos problemas e o sonho do garoto era completar uma corrida de triatlon, veja o que esse pai fez para realizar o sonho do cara:

 

Curso EFR/RESCUE DIVER

Cursos realizados até o momentos:

Básico
Avançado
Equipamentos
Emergency First Response
Rescue Diver

Fala galera, blzzz ?
Todo mundo tranqüilo depois do feriado prolongado? Espero que todos tenham aproveitado bons mergulhos.

 

Bom, estou de volta depois de escrever três matérias longas sobre mergulhos e turismo no Hawaii, espero que tenham gostado bastante.

 

Hoje vou falar sobre a continuação da minha carreira como mergulhador.

No fim de semana do dia 26 e 27 de Abril, estive em São Paulo para realizar os cursos de EFR e Rescue Diver.

Fui na expectativa de assistir o curso que é dito como o melhor do plano de carreira até o instrutor. Melhor desde o fato do assunto que aprendemos até os chek-outs feitos na praia, parece que é o mais cansativo, porém gratificante, é aquele tipo de curso que de certo modo trás um pouco de sofrimento, porém sabemos que todo sofrimento ajuda a unir as pessoas para enfrentar as dificuldades.

 

O curso é ministrado pelo instrutor Orlando Franceschini Filho IDCS: 191833, um cara muito gente boa e experiente. Extremamente profissional, assim como todos na Narwhal e muito didático, fica muito fácil de entender com o modo que ele explica uma excelente recomendação se você deseja fazer seu curso.

Bom, esse posto não tem como eu falar as coisas que aprendi, pois aprendi o que todo socorrista básico deve aprender.

 

Emergency First Response – Cuidados Primários ou Primary Care
É o tipo de socorro ministrado quando existe perigo de morte, inclusive o RCP, que é a famosa compressão toráxica e checagem dos sinais vitais.

Emergency First Response – Cuidados Secundários ou Secundary Care
Que é o socorro que já não envolve perigo de morte, são aqueles socorros ministrados caso ocorra algum atraso da emergência profissional e você tenha que fazer curativos, estancar sangramentos, colocar talas e etc.

Dentro destes dois mundos, você aprende coisa que poderão servir tanto para um acidente de mergulho quanto para o dia a dia, seja no trabalho, rua ou em casa.

No mundo do mergulho, aprendemos a manejar o equipamento de O2 e ministrar para uma pessoa que sofreu um acidente de mergulho (não é curso de provedor O2), além de outras coisas.

 

É um curso extremamente completo e julgo dizer até que necessário pois nunca sabemos o que de fato pode acontecer por ai.

 

O curso de Rescue é o que efetivamente vai formar você como um mergulhador de resgate. Esse é o curso que tanto esperamos e se você faz o plano de carreira como eu, aguarde com muita atenção.

O curso em sala não tem segredo, é nada mais do que aprender práticas teóricas sobre como procurar e resgatar um mergulhador perdido.

Mas ai começa as coisas mais legais, a primeira é cair na água totalmente equipado em 30 segundos, a segunda é procurar e trazer o para o barco um acidentado em 4.30 minutos e depois vem coordenar toda uma operação de resgate, é sensacional. Ainda não fiz meu check out no mar mas assim que o fizer irei postar aqui. E como fazer tudo isso ??? Faça o curso que você com certeza vai aprender, vale muito apena.

Fora todo esse aprendizado que já é muito bacana, tem ainda o fato de aprender coisas para ajudar pessoas. Fico feliz de ter minha carteira de socorrista e poder ajudar alguém que esteja necessitando, aprendemos no curso que nosso socorro pode poupar um tempo de muito valor para a vitima, fazendo a diferença entra uma seqüela ou até mesmo entre a vida e a morte.

 

Aprendemos também alguns meios legais sobre ser um socorrista, o que podemos ou não fazer, quando agirmos ou não agirmos e por ai vai, uma série de dicas e ensinamentos que nos deixamos completamente seguros e confiantes para fazer a diferença no momento em que for preciso.

Caro amigo, faça o curso, você não vai se arrepender e vai adorar.

Mais uma vez repito que não vou passar informações mais detalhadas sobre o que aprendemos, porque é o tipo de curso que você conhece na prática, não na teoria. Minha função aqui é apenas dizer o que você vai aprender e dizer para você fazer o curso.

Um grande abraço para todos, e dentro desses dias vou postar uma matéria especial sobre naufrágios da segunda guerra na costa brasileira, aguardem, por enquanto é só, um grande abraço para todos e até breve no check-out de rescue.

Sobre condicionamento e mergulho.

Minha esposa é formada em educação física, ela também esta correndo atrás do mestrado em fisiologia do exercício, porém com foco no mergulho. Esses dias estávamos conversando sobre ter um preparo físico melhor para mergulhar melhor. E ela me disse entre outras coisas que apenas 20%/30% do oxigênio que respiramos é devidamente aproveitado pelo nosso corpo, isso em uma pessoal que não tem um condicionamento físico regular.
Pois é, fiquei imaginando que 20 ou 30% para quem esta com um cilindro contado embaixo da água é muito pouco e é claro então que não é preciso ser nenhum atleta, porém é mais do que bom dar aquela corridinha umas 3x por semana e se possível, musculação para reforçar as costas (por conta do peso do equipamento) e também membros inferiores e superiores. Nosso corpo agradece e vai agradecer mais ainda quando todo mundo for avô.

Outra coisa interessante que li foi uma matéria na revista Go Outside de Março deste ano.
Uma reportagem falando sobre o uso da apnéia para o treino de mergulhadores scuba, como nós.
É claro que um treinamento desses, por mais simples que seja, já nos ajuda a manter a calma em alguma emergência ou até falta de ar, óbvio que sempre teremos nossa dupla (assim desejamos e se sua dupla for sua esposa, nunca brigue com ela na véspera de um mergulho) do lado para nos fornecer ar sempre que necessário, mas temos que imaginar todas as situações, pois as possibilidades são limitadas.

A revista da alguns passo-a-passo para treinarmos apnéia em casa e aos poucos melhorar nosso condicionamento físico. Vou digitar aqui, na íntegra para vocês.

Treinar a capacidade de suspender a respiração aumenta o tempo que você consegue ficar mergulhando sem cilindro, melhora o seu condicionamento para outra práticas esportivas, principalmente as aquáticas, e faz com que você tenha mais chance de sobreviver a uma emergência na água.
Está esperando o que para treinar?

1 – Comece numa piscina.
Escolha uma profundidade rasa (altura da cintura) para facilitar a ventilação e ter apoio.
Use neoprene mesmo em água com temperatura confortável, pois com o relaxamento o corpo gasta mais energia para se manter aquecido.
Use máscara de mergulho para evitar que respire pelo nariz e engasgue.

2-Prepare pulmões e mente.
Alongue-os fora da água, dando atenção especial à musculatura que envolve a caixa torácica, a lombar e principalmente a região da nuca. Faça dois a três minutos de respiração lenta, de amplitude moderada, usando o diafragma e relaxando os músculos do abdômen. Expire devagar, longa e profundamente.

3- Tenha um supervisor ao lado.
Por meio de sinais, seu amigo deve te monitorar enquanto estiver submerso e te socorrer caso desmaie por causa da hipoxia (pouco oxigênio no sangue). Peça para ele te tocar no ombro a cada 30 segundos durante os dois primeiros minutos. Depois, a cada 15 até o terceiro minuto. Tempo máximo que você deve arriscar. Se você não responder com o sinal pré-combinado, seu amigo deve tocá-lo de novo, imediatamente. Se a falta ou a confusão do sinal persistirem, ele deve retirá-lo da água (é o começo do samba, quando há perda do controle motor).

4 – Aqueça-se.
Faça um aquecimento de três ou quatro apnéias progressivas, enquanto flutua de barriga para baixo, totalmente parado. Suba assim que tiver a primeira sensação de que precisa respirar. Na borda da piscina, descanse fazendo a respiração abdominal por dois minutos, no mínimo, e faça outra apnéia, mas sem provocar sofrimento.

5- Respire fundo.
Agora é hora de tentar o seu tempo máximo. Faça um descanso maior (cinco minutos), partindo para a ventilação abdominal nos últimos dois minutos, e completa (profunda) nos segundos finais antes da submersão. Mas não inspire até se sentir desconfortável, pois reflexos te farão expirar. A hiperventilação, quando feita a ponto de baixar demais o nível de Co2 no sangue, pode te apagar.

6- Relaxe a mente.
Ignore seu corpo e cérebro te pedindo para respirar. Relaxe na água. Percorra com a mente todo o seu corpo, observando as áreas contraídas e soltando-as aos poucos. Vale qualquer distração para não olhar o relógio (até contar azulejos). Técnicas de ioga e meditação ajudam.

7- Hora de voltar.
Quando as contrações do diafragma ficarem contínuas e insuportáveis. busque apoio para os pés e para as mãos. Não levante abruptamente, apenas retire a cabeça da água e ventile completamente, pelo menos quatro vezes, para depois se movimentar. O nível de oxigênio ao fim da apnéia é baixo e você pode desmaiar nos 20 primeiros segundos.

Medidas emergenciais.
Se você desmaiar, seu amigo deve tirar sua cabeça da água, retirar equipamentos e no máximo durante 5 segundos, aplicar o tap, talk and blow; aqueles tapinhas na cara para reanimar.
Se isso não der certo, devem ser feitas respirações boa-a-boca para desbloquear o glote.
Se o caso for mais grave, use técnicas de ressuscitação cardiopulmonar e chame o resgate.

Fonte: Revista Go Outside – Março 2008 – Pag.48

Lembrem-se, os números informados são para pessoas que no mínimo tem um bom condicionamento físico. Antes de tentar qualquer coisa desse tipo, vá correr, melhorar o seu condicionamento. Quando você estiver bem, tente treinar a apnéia, mas não precisa seguir os números falados nessa matéria, use seus próprios limites e com certeza, com o tempo você vai avançando e podendo superar cada vez mais, afinal, tudo na vida é treino e persistência.

Lembre-se que não somos mergulhadores de apnéia, isso é apenas para que em uma eventual emergência lá embaixo, você possa agüentar mais tempo sem oxigênio e segundos ou minutos podem valer sua vida ou a de alguém.

Não esqueça também a principal regra do mergulho. NUNCA PRENDA A RESPIRAÇÃO E SUBA. Ou você pode estar a caminho de um acidente de mergulho que pode levar a morte.

Espero que tenham curtido um grande abraaaço, até mais..

 

Tudo depende do quanto você é motivado a conseguir algo…

Momentos de glória do nosso querido piloto de Fórmula 1. Para mim foi, até ao momento, o Maior.
Recordei o fatídico dia que nos privou da sua presença entre nós.
Resta-nos a lembrança de um ser determinado, cheio de tenacidade, empenho e perfeição no que fazia…
Fica uma saudade mas também a convicção de que as suas qualidades humanas, face ao seu semelhante, lhe possibilitaram um lugar no podium da vida eterna… um lugar cheio de luz.

Um fonte que também sempre esteve presente em minha vida e foi e sempre será para muitos um exemplo de determinação, coragem e principalmente amor pelo que faz. Quando escrevo sobre ser líder, sobre ser o melhor, não o sentido competitivo o que importa ou melhor, é isso mesmo o que importa, é competir todos os dias, com você mesmo, para que você seja sempre melhor do que foi ontem.
Como isso se reflete no mergulho ? Não sei, apenas dedique-se muito e com muito amor e o resto virá como consequencia.
E lembre-se sempre do velho ditado chines.
Quando as coisas estiverem muito mal, lembre-se de que isso passa. Mas quando tudo passar e você estiver no melhor momento de sua vida, lembre-se de que isso também passa.

Abraaços.