Ser Humano, um eterno perigo

Eu até ia deixar essa passar…mas não deu.
A alguns meses, morreu um cara chamado Steve Irwin, mais conhecido como o caçador de crocodilos ou algo assim. Na minha opinião um carinha esquisito que tinha o estranho hábito de abraçar uns monstrinhos de mais de 6 metros e nessas interessantes aventuras, costumava levar uma de suas filhas, um bebezinho de colo. O tipo de coisa que não se deve fazer com animais.

Porém, ele partiu desta para melhor quando quis abraçar uma raia manta (se não me engano) de uns 2 metros de envergadura, a raia claro, não é cavalo e pulou fora para fugir do cowboy australiano. O problema é que nessa, o rabo da raia passou pelo corpo do tiozinho e um dos ferrões o acertou em cheio, o problema é que uma raia deste porte faz um rasgo do tamanho de uma laranja e assim acabou-se a grande aventura da vida do cara…

Hoje, pelo youtube assisti um video que me deixou desanimado com algumas pessoas que insistem em fazer mergulhos, algumas atitudes deveriam ser reprimidas de forma enérgica, dane-se que são clientes e estão pagando, em primeiro lugar vem a segurança do babaca e em segundo a natureza. Se eu fosse o instrutor e estivesse frente a frente com isso, era fim de passeio na hora…

http://www.youtube.com/watch?v=TTf6s9GSNcs

http://www.youtube.com/watch?v=u45La3doqJ0

E depois ainda teve a do cara que enfiou o palito de sorvete no golfinho e o bixo matou ele a cabeçadas, agora só faltam inventar o MANTA RAY AND NERVOUS DOLPHIN, THE KILLERS – O FILME…  Fala sério….

Um Maledito resfriado = no dive !!

Pois é, estava eu pronto para mergulhar semana passada junto com a minha amada esposa…eis que surge na sexta feira uma gripe prepotente nela, resultado = No dive guy !!

Agora vamos la, pq mesmo naum devemos mergulhar quando estamos gripados ou com qualquer tipo de congestionamento ??

Uma pessoa com sintomas de gripe ou resfriado não devem mergulhar até que se cure e que as tubas estalem com facilidade ao se engolir em seco.

A seguir, alguns conselhos e dicas úteis:- sempre equalize, seja pela manobra que for; ouça sempre os estalos da tuba se abrindo, antes de mergulhar; pratique a manobra de Valsanva e ensine-a a seus amigos mergulhadores;- se um barotrauma infelizmente ocorrer, aborte o mergulho imediatamente e não mergulhe novamente. Sintomas de barotraumas leves desaparecem em uma ou duas semanas. Pode-se mergulhar, com segurança, assim que a equalização seja novamente conseguida de modo natural, sem a presença de ruídos anormais nos ouvidos e com a audição retornando ao normal. Em caso de dúvidas, consulte seu médico;- não use descongestionantes, se gripado ou resfriado, pois estes disfarçam e escondem os sintomas de eventual barotrauma.

(extraído de artigo publicado no “The Undersea Journal”, edição do 4º trimestre de 2000, págs. 30 a 33)

Pois é, eu perdi um fim de semana, no momeno que vc constata a gripe, ate vem na cabeça a ideia de “vamos tentar” mas o melhor mesmo eh ter paciencia e sabemos q paciencia para nos jovens eh algo muito raro…mas eh uma das muitas coisas q aprendemos no mergulho, eh necessario paciencia…podemos perder um ou dois dias de mergulho…mas eh melhor do q perder muito mais tempo para se recuperar de algo grave…

portanto, lembre sempre de uma das regras mais importantes do mergulho…seja conservativo sempre !!