Carreira de Mergulho – Dicas

Fala galera, blzz ?

Aqui vai uma dica para quem esta seguindo a carreira no mergulho como eu.
Já falei aqui uma vez que o ideal para quem quer ser mergulhador e viver disso é ir para o exterior, além do salário que de um instrutor na média é de 4.000 a 6.000 dólares as condições são infinitamente melhores que no Brasil. E você ainda tem a oportunidade de continuar estudando, fazer outros cursos e chegar até o grau mais alto do mergulho que é o course director.

Porém, antes de sair do Brasil é legal que você tenha o máximo de experiência ´possível então mãos a obra:

-Quando for Divemaster procure participar do máximo de estágio que puder mesmo que não seja remunerado.

-O técnico Bernardinho falou em seu livro uma vez uma coisa assim: “Aproveite o tempo de banco de reserva para aprender como funcionam as coisas” Portante, aproveite o tempo que vc for somente o “reserva” e estiver atuando como divemaster para aprender metodologias e macetes das aulas

-Procure trabalhar em navios de cruzeiro: Vocês não sabem quanta oferta de emprego existe em navios de cruzeiro, admitindo que você já tem bom nivel de inglês corra atrás dessas empresas e se ofereça para trabalhar. Geralmente dão contratos de 3 – 6 ou mais meses com um salário de 3.000 dólares como divemaster. Se você não sabe por onde começar a procurar essas empresas, acesse o site http://www.sunsea.com.br/  Ela comanda a maioria dos cruzeiros no Brasil. Mas também procure informar-se na sua operadora de mergulho eles geralmente recebem vários emails dessas empresas pedindo por divemaster ou instrutores e ai derrepente indicam você o que deixar tudo mais fácil. Lembre que a vantagem do navio é que além de viajar por vários lugar por um bom tempo e salário, você ainda tem o salário livre porque come, bebe, dorme e faz tudo dentro do barco.

-Depois de certa experiência e talvez uma graninha guardada do trampo no navio. Invista em cursos de especialidade e pegue sua carteirinha de MSD – Master Scuba Diver. Essa carteirinha vai facilitar o seu acesso quando continuar a carreira pela PADI e além disso ter a certificação do nivel mais alto do mergulho antes de se tornar profissional ajuda a subir o seu salário no exterior e além disso ainda você vai ter mais cursos de especialidade no currículo o que possívelmente vai ter tornar instrutor de especialidades depois de alguma tempinho. 

Dicas de cursos de especialidade (e tbm os cursos que eu estou fazendo):

Peak Performance Buoyancy  – Super necessário para qualquer outro mergulho, aqui vc vai aprender a melhorar teu equipamento, respiração, movimentos e tudo mais que envolva a sua flutuabilidade, muito necessário principalmente para que curte naufrágios da vida…É bom que vc tenha esse no currículo.

Provedor de O2
  – Hoje em dia é dificil um lugar que pegue instrutor sem que ele tenha este curso, tudo porque é extremamente necessário para a segurança das pessoas que estão mergulhando com você.

Profundo – Precisa falar? A maioria dos mergulhos mais legais estão abaixo dos 18 metros de profundidade. Mergulho profundo neles

Nitrox – Mistura de gases para aumentar o seu tempo de fundo e diminuir o tempo de intervalo de superficie. Além de outras utilidades.

Equipamentos – Ai o seu aluno fala que o regulador esta vazando e o cara ja vai ficando desesperado, suando frio achando que o ar esta acabando e você, nobre instrutor com curso de equipamentos chega com toda calma do mundo, abre o regulador e simplesmente desdobra a borrachinha que esta deixando escapar o ar. Você no minimo vai ser aclamado pelo aluno além de deixar o cara tranquilo para fazer o mergulho sabendo que esta do lado de uma pessoa experiente e que o ar não vai acabar

Naufrágio – Nem precisa falar também né, nada melhor do que um mergulho na história. Naufrágio neles que a galera pira uhauhahuahua…

É isso ae, com tudo isso pode ter certeza que você vai estar garantindo um currículo e tanto para trabalhar em qualquer lugar do mundo. Não esqueça do inglês e espanhol e vamos mergulhar.
Espero que eu tenha ajudado, qualquer dúvida vc me encontra na página de contatos la no alto deste blog.

Grande abraço e boa sorte.

Anúncios

Responsabilidade do Mergulhador.

Fala galera, blzz ? Estou por aqui de novo iniciano uma série aonde vou falar mais sobre oceanos e nossas responsabilidade como mergulhadores.

Não é novidade pra ninguém aqui que cada vez mais estamos usando as águas do nosso mundo como depósito de lixo. É duro ver e saber que por ano jogamos 21 toneladas de detritos no mar e isso vai desde aquele papel de bala que caiu do nosso bolso num passeio de barco até lixo tóxico manipulado por empresas. Antigamente mergulhadores eram vistos como uma dos maiores predadores dos mares, porém os anos felizmente passaram e hoje em dia trocamos o arpão por câmeras fotográficas e existe a famosa frase: “Caça somente o que você for comer!!” E tenho experiência própria nisso, em um liveaboard um amigo foi fazer caça submarino e trouxe alguns peixes e claro todo foram consumidos. Com o tempo fomos criando uma idéia de preservação e hoje os mergulhadores são os que mais lutam para o cuidado dos nossos oceanos.

Tanto que em diversos cursos nós sempre somos lembrados de cuidar da nossa flutuabilidade, para não levantar sedimentos e também não esbarrar em corais que são estruturas extremamente sensíveis. Porém quando acontece um acidente e quebramos algo isso é facilmente recuperado pela natureza e até acontece naturalmente, grandes ondas e correntes são responsáveis por quebrar milhares de corais todos os dias e como a natureza é sábia, esses corais quebrados são levados a outros lugares o que da origem e abrigo a novas vidas… Masssssss, não é por isso que usaremos isso como desculpa para nos descuidarmos. Lembrem-se que existe lugares como a laje de santos aqui no Brasil onde não é permitido tocar em nada e nem mergulhar de luvar para intimidar a galera.

Felizmente hoje em dia existe diversos programas de preservação que vai desde a educação em escolas comuns até organizações como greenpeace e o Project Aware da PADI, esses dois são os mais importantes para nós, eu mesmo participo do Greenpeace e participei de algumas passeatas por aqui e pretendo ser mais ativo ainda quando estiver no exterior.
O project Aware é mais focado ainda na questão da conservação marinha, você pode trabalhar desde no reconhecimento de espécies marinhas da região e cuidados até em idéias e pesquisas para ajudar na conservação das águas. Claro que isso também depende um pouco de sua formação, mas não quer dizer que você precisa ser biólogo a única coisa que você precisa ter é vontade de trabalhar e ser voluntário.

Vai também uma boa dica para quem esta no exterior ou quer ir para. Trabalhar com esses grupos pode ser um importante meio de contato para você ir para outros lugares do mundo. Governos da maioria dos países também dão mais apoio a pessoas que fazem algum bem comunitário oou seja, trabalho voluntário social.
Vale a pena informar-se e correr atrás pode ser uma boa porta de entrada.

Project Aware

No nosso dia a dia de mergulho podemos tomar a seguinte postura para ajudar na conservação:
Interações responsáveis do mergulhador:

Como mergulhadores nós somos privilegiados por interagir com a vida aquática. Este privilégio vem junto com a responsabilidade de minimizar danos e perturbações ao ecossistema subaquático. As seguintes orientações ajudam nesse sentido:

1- Interação passiva é o melhor.
Interação passiva significa que você interfere o mínimo possível no comportamento dos organismos aquáticos. Geralmente isto significa nadar, observar e tirar fotos/video de maneira que não afugente ou perturbe os organismos.

2 – Esteja alerta a danos acidentais.
Esteja consciente de que atividades aparentemente inofensivas podem ser prejudiciais. Corais e outros organismos são extremamente frágeis e podem ser facilmente feridos por toques intencionais ou não.
Sendo assim, preste atenção ao que você toca e prenda seus acessórios para que não fiquem arrastando. Alimentar organismos pode parecer uma interação positiva, mas em muitos ambientes isto pode interferir nos seus comportamentos normais e no equilíbrio ecológico.

3 – Se você caçar, seja conservador.
Siga todas as leis de caça e não colete mais do que você irá consumir pessoalmente. Lembre-se de que o organismo que você deixar sob a água irá se multiplicar para o futuro.

Bom é isso ae galera…bons mergulhos e lembre-se sempre de estar de olho aos que mergulham com você e sempre dar um toque na galera que anda vacilando.
Grande abraços e até maaaais !!

Enciclopédia do Mergulho

Fala galera blzzinha ?
O blog ta meio parado esta semana, mas não é nada ruim não, eestou apenas coletando informações para os próximos posts que vão estar bem interessantes.

Hoje venho dar uma dica para quem esta seguindo carreira na área como eu, é legal sempre estudar sobre a história e o futuro do mergulho recreativo, lembrem-se que estamos em uma atividade que tem menos de 1 século de vida e que ainda esta se desenvolvendo.
Para isso, é uma boa comprar a THE ENCYCLOPEDIA OF RECREATIONAL DIVING da PADI…
Não é comercial, é leitura obrigatória para quem vai ser instrutor ou divemaster galera além de valer muito apena..

Ela aborda toda história do ddesenvolvimento do mergulho, fala sobre homens e máquinas, além de falar sobre as formações dos oceanos, fisiologia do mergulho, física e muito mais. É realmente um grande livro.
Custa em média R$ 90,00 porém é um excelente investimento e pode ser encontrada em qualquer loja de mergulho.

É isso galera…grande abraço e aproveitem esta dica…estou lendo e curtindo pra caramba todo o material…

Curso de Naufrágio

Cursos realizados até o momento:

Básico
Avançado
Emergency First Response
Rescue Diver
Equipamentos
Naufrágio

Instrutor: Orlando Franceschini
Assistência na piscina: Carlão (O Carlão da Narwhal)

Lembra quando éramos crianças e nossos pais viviam dizendo para não fazermos isso ou aquilo e nós como boas crianças iamos lá e faziamos com a maior cara de pau? Pois é, nestas situações o máximo que acontecia era uma choque por ter enfiado o dedo na tomada e umas boas chineladas como consequência da malcriação.

Pois é o problema é que crescemos e hoje em dia decidimos fazer coisas que como tudo na vida tem regra e quando não respeitamos essas regras acontece os acidentes. Diferentemente de quando éramos crianças o problema pode ser maior e em muitos casos o resultado foi de chineladas eternas no paraíso.

O curso de naufrágio era um dos mais esperados por mim no plano de carreira na Narwhal, desde criança sempre fui maluco por história e também adorava pegar os equipamentos de mergulho do meu pai para brincar na piscina do clube e fingir que estava em um interessante naufrágio criado pela minha imaginação. Eu cresci e comecei a curtir mais ainda as histórias da segunda guerra mundial, hoje coleciono dezenas de fotos, documentos, sons e claro livros da segunda guerra. E por conta deste interesse claro que eu seria mais um candidato a Mergulhador de Neufrágio da PADI.

Tudo começa na sexta a feira a noite, este é o primeiro curso que exige um pouco mais de tempo, começa na sexta feira, 7.40 da noite e terminou por volta das 22.30, continuando no sábado e no domingo. Sendo este último escolhido como o dia das atividades na piscina.

No começo é como todos os outros, apostila jóia com fotos e videos em aula.
Exercicíos e mais exercicíos com provas.
O curso da uma base muito boa, fala inclusive de leis em um naufrágio, o que você pode ou não pegar e quando você pode ou não pegar algo, entrar num naufrágio ou até mesmo mergulhar em um.
Mostra videos sensacionais com muita informação.
Uma delas é que a capital dos naufrágio no Brasil é recife, lugarzinho com muitos naufrágios históricos, inclusive da segunda grande guerra, muitos naufrágios atificiais, prato cheio para mergulhadores que estão sempre querendo curtir um passeio interessante.

Este curso também foi o primeiro a modificar o padrão de batidas de pernas, aqui você aprende o tipo de remada que você deve fazer durante um mergulho em naufrágio. Tudo dentro deste mergulho é feito com muita calma e tranquilidade e as remadas servem para te dar um pequeno impulso ao mesmo tempo em que não levanta nenhum tipo de sedimentos no chão do naufrágio. Este tipo de cuidado também ajuda a não esbarrar nas coisas, muitos naufrágios ou a maioria deles é extremamente sensível, qualquer esbarrão pode quebrar algo ou até mesmo fazer como que venha abaixo o lugar aonde você esta mergulhando.

Existem outras tecnicas que aprendemos para averiguar se um lugar oferece ou não risco de desabamento, nada 100% garantido, mas é de grande ajuda e pode resolver muitos problemas.

Outra coisa legal é a quantidade de informações sobre locais de mergulho e história interessantes que você consegue com seus intrutor. É tanta coisa e experiência que deixa você com mais vontade de fazer este tipo de mergulho ou com mais receio, depende do seu ponto de vista. Porém felizmente a maioria das histórias foram engraçadas.

Além das história e o conteúdo cultura que você acaba adquirindo no curso é interessante também a parte da piscina que é colocar em prática todo treino que aprendemos em sala de aula na teoria. Lembrando que como eu falei assistimos alguns filmes de mergulhos em naufrágios justamente para aprendermos combinações de movimentos e ações que serão usados no mergulho.

A piscina é composta por uma série de exercicíos. Não vou detalhar estes exercicíos simplesmente porque eles ocorrem com uma certa surpresa, então é melhor que eu não estrague a sua.
Porém, é interessante aprender mais técnicas de flutuabilidade e controle de respiração.
Também colocamos em prática a nova batida de perna utilizada para dar movimentos menos bruscos e não levantar sedimentos dentro do naufrágio.
Outra coisa bem bacana é a total retirada do equipamento do corpo para simular uma entrada em escotilha, muito legal de fazer e aprender e isso derrepente pode até ajudar você a se vestir mais rápido (dentro da água) no curso de rescue diver.
Ainda aprendemos a manejar a carretilha, situações de falta de oxigênio dentro do naufrágio e pouca ou nenhuma visibilidade no mergulho, é simplesmente sensacional muito bacana mesmo e pode ter certeza que você vai aprender muito.

Uma das coisas mais legais até agora é que dei sorte de não ter caído no velho truque de ficar afobado e comprar equipamentos como roupa e colete logo no curso de avançado.
Isso porque ao longo do curso você vai aprender diversas coisas sobre equipamentos que vai ajudar na sua escolha.
No meu caso, neste final de semana aprendi que no mergulho é necessário dividir os pesos dos lastros entre sua cintura e o colete, isso porque é muito dificil lhe dar com as coisas quando você retira seu colete debaixo da água para entrar no naufrágio, se você estiver com todo lastro no corpo, você tende a descer e o seu colete a subir. Mas se estiver com todo lastro integrado no colete, você tende a subir e o colete a descer e isso pode colocar você em mals ventos.

Quanto a roupa para este curso vale tudo que escrevi no posto passado sobre Roupas de Mergulho que esta logo abaixo este post.

De resto você vai aprender muita coisa mesmo e vai começar a sentir-se mais confiante.

Conclusão:
Lembra de que forma comecei este texto, falando de castigos e problemas?
Pois é, a conclusão depois deste curso é que se arriscar em qualquer naufrágio sem treinamento é complicado, uma série de coisas exigem técnicas que você só aprende no curso e mergulhando.
Problemas não tem como ser evitados podem ser amenizados, mas um dia ou uma hora você vai se enroscar ou vai estar em uma situação que vai ser necessário toda calma que só o treinamento pode lhe dar, por tanto, não se arrisque a toa, faça o curso que vale muito a pena e divirta-se.

Nosso instrutor deixou uma lista de livros para lermos, segue abaixo:

-Sob o Mar
Editora Alegro

-O mundo Silencioso
Jacques Costeau

– Ilha Bela, seus enigmas
Jeannis Michail Platon

– Mergulho na escuridão
Robert Turson

– O último mergulho
Bernie ChowDhury

-Guia de Naufrágios de Angra dos reis

– Principe das Asturias

– O Brasil na Mira de Hitler

Valeu galera, forte abraço e até mais !!!

Sobre roupas de mergulho.

Fala galerinha, blzz ?
Bom, quem nunca teve aquela dúvida, em qual hora comprar a minha roupa de mergulho?

A roupa é um item extremamente necessário e também cara.
Com ela além de ter o conforto de usar algo que é seu e parar de pagar pelo aluguel na loja na hora de mergulhar, você acaba por ficar mais adaptado com a roupa, isso influência e muito na sua flutuabilidade, no teu conforto para vestir a sua roupa entre tantas outras coisas, questão de costume mesmo, tem gente que acha nojento usar roupas de escola o que na minha oopinião é uma grande bobagem, roupas usadas em operação devem ser muito bem cuidadas pela operadora ou terão um tempo de vida muito pequeno e os gastos vão ser altos…

Bom, mas e ai, qual o momento de comprar ?
Isso vai de cada um, o meu momento foi no check-out do curso avançado.
Até aquele dia, eu jurava que iria comprar uma roupa simples de 5mm e blz, pois sou muito calorento e cheguei a sentir calor no check-out básico mesmo com a chuva que estava, mas nosso mergulho mais profundo naquele dia foi de 12m.
No avançado, com a mesma roupa de 5mm da operadora fomos a 28m, 13 graus, quase congelei cada centimetro do meu corpo, foi um desconforto total o lado bom é que tive que trabalhar muito o meu psicológico para aguentar ficar la embaixo e cumprir todas as tarefas. Cada metro que deciamos pela corda parecia facas entrando no corpo de tão frio, foi extremamente complicado.

Naquele dia, saquei logo que eu teria que comprar um roupa semi-seca de 7mm ou 7,5 mm para aguentar.
Claro que quanto mais fundo mais frio e eu estou no plano de carreira da escola para me tornar instrutor, logo, vou ficar muito tempo na água com alunos e mesmo fazendo um mergulho recreativo, vou ficar bastante tempo na água, suficiente para começar a passar frio durante o mergulho o que é bem desconfortável.

Portanto vale minha primeira dica, se você não vai ser um mergulhador básico, vai mais fundo, vai para naufrágios e essa é sua idéia, compre um roupa semi seca.

Diferença da semi-seca para a comum?

Na roupa semi-seca o fluxo de entrada e saída de água é menor, isso mantém você mais aquecido pois ocorre uma troca menor de água. Normalmente este tipo de roupa vem com capuz, algo em torno de 50% à 70% do calor do corpo é perdido através da capeça, você vai notar uma tremenda diferença neste acessório que vem agregado a roupa. Os zipers são feitos de outro forma, que evita ao máximo a entrada de água também.

Na roupa comum, além de geralmente ela ser mais fina, em torno de 5mm, a troca de água é maior o que acaba por facilitar a perda de calor pelo corpo e dai para frente é começar a sentir frio. Ela é perfeitamente indicada para mergulhos em águas quentes, lembre-se que existe a hipotermia que é um mal causado pelo frio excessivo do corpo, porém também existe a hipertermia (acho que escrevi certo) que é o calor excessivo do corpo, mergulhar com roupa semi-seca em recife no verão por exemplo, pode causar esse segundo nome. Mas claro isso depende de pessoa para pessoa, como eu falei, espere o seu curso avançado ocorrer para dai então você começar a notar a necessidade de uma roupa ou outra.

Atualmente no meu ver e dentro de minhas pesquisas, a Narwhal em São Paulo oferece o melhor preço para comprar roupas de mergulho.

As roupas de 5mm de marcas como Mares e Cressi (Excelentes) giram em torno de R$ 560,00
Confira aqui alguns modelos

Mas caso você queira roupas de 7mm ou mais semi-seca, o preço gira em torno de R$ 1.200 para cima.
A Narwhal em São Paulo também vende vários modelos das melhores marcas pelo melhores preços, confira aqui.  Caso você não encontre o que deseja no site, vale apena dar uma ligada para a loja porque com certeza na loja eles vão ter o melhor para você e com profissionais indicados para tirar todas as suas dúvidas.

Além de preços ótimos que você mesmo pode comprovar através de pesquisa (que eu já fiz e por isso estou falando) eles tem uma promoção legal, numa compra qualquer se você superar R$ 700,00 você ganhar um curso, ai pode ser avançado, naufrágio, você escolhe de acordo com sua formação atual.

Outro lugar ótimo para ver preços é a Decathlon também em sampa, eles vendem roupas de mergulho de uma marca chamada Tribord, é uma marca que começou no mundo do surf e esta entrando para o mundo do mergulho. Nunca usei esta roupa, porém ela é bem falada e muito mais barata que as outroas por estar entrando no mercado, vale apena conferir no site da loja ou na loja fisica que fica na marginal pinheiros ao lado da Leroy Merlin.

A grande sacada é:
Pow cara, não tenho grana para comprar nada, o que eu faço?

Seguinte amigão, quando você for mergulhar, no mínimo você vai ter que alugar uma roupa de operação na operadora de mergulho. Então, se você esta sem grana para comprar a roupa, compre ao menos um capuz e luvas, você vai ver que boa parte de seus problemas estarão resolvidos, como já falei, boa parte do calor do corpo se perde pela cabeça, com apenas a ação de por o capuz (que é vendido separadamente em qualquer loja de mergulho) você já resolve boa parte, comprando a luva então, melhor ainda. Você encontra estes acessório por vários preços, mas muuuuuuito mais enconta do que comprar a roupa toda e com certeza vai quebrar seu galho assim como quebrou o meu.

Caso vocÊ ainda esteja sofrendo, com o frio, compre uma roupa interior térmica.
São camisetas ou macacões de neoprene que você compra e veste por baixo da roupa de mergulho, geralmente estes acessórios tem uns 2mm ou 2,5mm para mais, você pode comprar e utilizar por baixo, o que vai ajudar e muito a superar o frio das águas.

Na Narwhal e na Decatlhon você encontrar estes acessórios que eu falei, é só pesquisar e ver o que você deseja e bons mergulhos

Valeu galeraaaa, qualquer dúvida, é só entrar em contato…
Abraço a todos e até+++

Dicas: Acadêmia, estar em forma, hidro e outros…

Bom, este blog é reservado ao mergulho, mas de vez em quando eu gosto de falar de alguns outros assuntos que estão envolvidos no nosso dia-a-dia, principalmente quando envolve água.

A três semanas estou de volta a acadêmia (ufa! até que enfim) não aguentava mais ficar sem fazer musculação e correr meus quilômetros clássicos, quem me conhece sabe que desde criança sempre fui maluco por qualquer tipo de esporte e sou tarado pela sensação de cansaço e também a sensação de bem estar quando você se encontra num perfeito equilíbrio.
Por esses dias estive conversando com um professor lá da acadêmia e estavamos falando sobre os problemas do esportes aquáticos. São sim perfeito para saúde quanto qualquer outro esporte, mas falamos também sobre a quase obrigação em fazer musculação junto com estes esportes.

Tudo isso, porque na água, apesar de termos diversos esforços, não só para quem mergulha mas para quem faz natação, hidro e etc… Apesar disso tudo, não temos uma coisa básica o contato entre um superfícies dura e nosso corpo.
Não pisamos e nem apoiamos em nada, nenhum esforço desse tipo, na água estamos solto como se estivessemos voando isso é ruim pelo lado do atrito, nossos ossos e musculos precisamo de um contato com uma superfície e a longo prazo isso começar a significar o enfraquecimento dos ossos o que acarreta em várias coisas, como a osteoporose por exemplo.

O ideal com qualquer atividade aquática é ter a musculação sempre do lado e orientado, os musculos é que nos mantém de pé, pois é a força dele que sustenta todo nosso corpo, outra coisas importante é que a musculação causa impacto para os ossos, isso os fortalece e previne diversas coisas, uma delas a osteoporose.

Agora o mais absurdo, a algum tempo atrás, e isso faz alguns anos, minha sogra sofria de intensas dores nas costas, vivia travada e deitada no sofá. Foi ao médico e como todo médico (NADA CONTRA) ele fez o que sabe de melhor, diagnóstico, remédios e estava proibida de fazer exercicíos fisícos.
Bom, se ela tivesse levado isso a sério, talvez hoje ela estaria a uma passo da osteoporose e com dores mais horríveis ainda, tudo isso porque a hidro, que foi recomendada pelo médico, nada mais poderia fazer além de contribuir com uma pequena parcela para sua melhora.

Minha esposa que é formada em educação fisica, montou um treino de musculação para ela e aulas de aeróbico, como jump, rpm e por ai vai.

Hoje meus amigos, esta jovem senhora faz musculação todos os dias além dos exercicíos aeróbicos como o jump, rpm e por ai vai. Quando voltei para acadêmia ela estava tirando sarro de mim porque enquanto eu estou no meu mês de adaptação levantando 50 kilos de leg press, ela estava levantando 110 kg, tudo vem que hoje estou no 130 kg mas o importante é que ao invés de ficar na hidro e tomando remédios para dor, ela esta ao meu lado na acadêmia, malhando como alguém normal e com todo respeito sogrinha, com pernas lindas e um corpo em forma…o principal, sem dores e com saúde completa do sistema cardeorespiratório.

Tudo isso porque ao invés de ouvir o médico e ficar na hidro com base em remédios, ela tomou coragem e partiu do ponto principal, o que nos sustenta são os musculos, se tudo dói é porque eles não estão conseguindo sustentar mais, vamos fazer eles ficarem fortes.

Não estou dizendo aqui para você ignorar os médicos, apenas para se o problema for parecido, com dores e tudo mais, converse com seu médico, mas também confie num profissional de educação fisíca e você vai perceber resultados muito compensadores.

Aos mergulhadores, digo a mesma coisa, vão correr, mantenham-se em forma e com folego, além claro dos musculos firmes, você vai ver que respirar la embaixo quando se esta em forma é muito melhor, fora que o oxigênio é muito mais aproveitado, além disso, estar em forma significa menos lastro na bagagem.

Forte abraço a todos, até breve !
PS: curso de naufrágio neste final de semana, vem coisa nova por ai.

Um líder de verdade!!!

Fala galera, blzz ?

Já faz algum tempo que não falo aqui sobre liderança, uma das coisas que acho mais importante dentro de qualquer trabalho, ainda mais no mergulho aonde você realmente lidera pessoas o tempo todo.
Já passei aqui várias dicas de livros e filmes de liders ou lições exemplares, existem pessoas que acham isso uma grande bobagem, talvez sejam essas as mesmas pessoas que proporcionam um emprego parecido com a era da revolução industrial para seus funcionários.

Já lemos por aqui o quanto é importante aprender a ouvir as pessoas e ouvir de verdade, não somente ficar quieto e olhar para a cara da pessoa, é limpar a sua mente de qualquer ruído que possa atrapalhar e prestar atenção no que ela esta dizendo, isso no minimo é respeito e interesse pelo que aquela pessoa esta falando.

Outro ponto importante que já lemos aqui é o fato de ser um líder servidor, aquele cara que conquista a liderança pela autoridade e não poder. A diferença é que pelo poder você impõe coisas que as pessoas não queiram fazer, com autoridade, você conquista a pessoa e convence ela de que aquilo que esta dizendo é o melhor a fazer, só que você convence somente servindo, mostrando o exemplo. Neste ponto me lembro do exemplo do técnico Bernardinho da seleção de volei do Brasil, ele contou em seu livro que certa vez perguntal a um famoso técnico de uma seleção que não me recordo porque ele estava carregando todos os sacos de bola do treino de sua equipe e o cara respondeu: Bernardo, se eu não começar a fazer e dar o exemplo de que isto é um time, unido e todos somos iguais, ninguém vai fazer por mim e eles somente vão obedecer minhas ordens e não meus ideais e idéias.

E para exemplificar é o motivo de eu estar escrevendo, assisti um video no youtube com um ótimo exemplo do que é ser em primeiro lugar pai e em segundo lugar um bom líder servidor, aquele cara que vai ter o poder de falar enquanto as pessoas vão ouvir e refletir.
Somente para contestualizar o video abaixo, o filho desse cara teve diversos problemas e o sonho do garoto era completar uma corrida de triatlon, veja o que esse pai fez para realizar o sonho do cara: